sábado , 20 janeiro 2018

No Banner to display

Mulher reclama de atendimento e flagra médico dormindo

Compartilhe:

O ano começou conturbado para uma mulher de 33 anos. Quatro horas após a virada de 2017 para 2018, Elisângela Oliveira Gomes caiu em um bueiro destampado, no Riacho Fundo I. Fraturou um dos pés e torceu o outro. A situação piorou: após o tombo, a mulher foi levada ao Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), onde, segundo ela, um médico quis imobilizar seu joelho, em vez dos pés. Na sequência, o namorado de Elisângela flagrou o funcionário dormindo enquanto ela aguardava atendimento.

O suposto equívoco e o cochilo do médico causaram revolta na paciente e dois acompanhantes. Vídeo gravado pelo namorado dela e enviado por Elisângela ao Metrópoles mostra o rapaz e uma amiga exaltados enquanto questionam o funcionário, que se mantém calado. As imagens também exibem o médico sentado em uma cadeira, supostamente tirando uma soneca. A mulher deixou o hospital após a chegada de um médico substituto, que finalizou o procedimento.

“O raio X mostrou fratura no meu pé. Ainda assim, o médico ordenou ao técnico de gesso que imobilizasse meu joelho. Além disso, dormiu em uma salinha do hospital enquanto eu e outra mulher, também com pé quebrado, aguardávamos atendimento”, reclamou Elisângela, que está afastada por 30 dias do trabalho como recepcionista. Ela se locomove por cadeira de rodas e não pode apoiar os pés no chão.

Após o bate-boca, Elisângela e o médico que a atendeu inicialmente foram até a 5ª Delegacia de Polícia (Setor de Grandes Áreas Norte), onde registraram boletins de ocorrência. Ela alegou que foi vítima de negligência médica. Já o funcionário afirmou ter sido coagido, pois, segundo ele, Elisângela e o namorado ameaçaram agredi-lo. A mulher nega.

Veja o vídeo

https://www.metropoles.com/distrito-federal/mulher-reclama-de-atendimento-e-flagra-medico-dormindo-no-hbdf-video

Veja Também

COBRA ENGOLE GALINHA E MORADOR GRAVA VÍDEO DO DESCASO DE JACI-PARANÁ

Jaci-Paraná, RO – Um morador da Rua Sebastião Gomes, em Jaci-Paraná gravou um vídeo de indignação …

No Banner to display



Deixe seu Comentário

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *