terça-feira , 20 Fevereiro 2018

No Banner to display

Moradores protestam após duas pontes caírem na zona rural de Jaru nessa semana

Compartilhe:

Vários moradores da zona rural de Jaru vem protestando nas redes sociais, por causa das péssimas condições das pontes de madeira. Segundo os moradores, as duas pontes que caiu essa semana, já vinha mostrando está em péssimas condições, e são pontes principais, que faz ligação tanto para transporte da produção agrícola até a área urbana do município como para o acesso das crianças que precisam se deslocar até as escolas.

A primeira ponte a cair foi na linha 608 km 15, próximo a Igreja Cristã do Brasil, que não resistiu as fortes chuvas e caiu neste ultimo domingo dia (11). A ponte interliga a principal via de acesso dos moradores a rodovia federal BR 364 e a cidade de Jaru.

Com a queda da ponte moradores expressaram preocupação com situação, pois estão impossibilitados de transitar e escoar a produção. Também há preocupação com o deslocamento de alunos que a partir desta quarta-feira voltam as aulas, e não poderão ir para escola. O secretario de obras do município, Jeverson Lima, anunciou nesta segunda feira (12), a construção de uma nova ponte com inicio das obras prevista já para esta terça feira, feriado nacional.

A segunda ponte é outra ponte de madeira localizada no travessão da linha 615 com a 617, cedeu no momento em que um caminhão carregado com grãos de milho passava por cima da mesma, nesta terça feira, dia (13). Segundo informações, os moradores já vinham reclamando sobre as péssimas condições em que ponte se encontrava. A prefeitura de Jaru ainda não se pronunciou sobre esse caso até o momento.

Fonte:PortalTheobroma Fotos: JaruOnline

Veja Também

Jaru: Justiça nega liminar e mantem decisão da Prefeitura Municipal sobre fechamento das escolas do interior

O Poder judiciário de Jaru indeferiu no início da noite desta quinta-feira (15), liminar ajuizada …

No Banner to display



Deixe seu Comentário

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *