quarta-feira , 28 junho 2017

No Banner to display

EUA usaram pela 1ª vez ‘maior bomba não-nuclear’, alvo foi o Estado Islâmico

Compartilhe:

Os Estados Unidos usaram sua maior bomba não nuclear em um ataque no Afeganistão nesta quinta-feira. Segundo a emissora americana CNN, o local bombardeado pelo governo de Donald Trump é uma área ocupada por terroristas do grupo Estado Islâmico.

A bomba foi lançada no distrito de Achin, loocalizado na província de Nangarhar, no leste do país, por volta das 19h do horário local (11h30 em Brasília). O bombardeio foi realizado dois dias após um soldados das Forças Especiais do Exército dos Estados Unidos, conhecido como Green Beret, ser morto em confronto com os jihadistas do EI.

O Pentágono confirmou que o ataque foi realizado usando a arma GBU-43B, ou Massive Ordnance Air Blast Bomb (MOAB), que possui sistema de GPS e pesa 9.5 toneladas. Para efeito de comparação, cada missil Tomahawk usado na base aérea síria na semana passada tem por volta de 450 quilos.

A arma, que foi testada pela primeira vez em 2003, mas nunca havia sido usada em um ataque oficial antes, é conhecida pela Força Aérea americana como a “mãe de todas as bombas” e tem poder de penetração suficiente para destruir instalações militares subterrâneas.

De acordo com fontes militares que participaram da missão, a bomba foi lançada de uma aeronave MC-13, operada pelo Comando de Operações Especiais da Força Aérea. Seu alvo era a província de Nangarhar, onde segundo os militares o EI tem túneis subterrâneos construídos. O exército americano ainda está avaliando os danos do ataque.
Fonte:Veja

 

Veja Também

Colisão entre navio dos EUA e cargueiro deixa 7 desaparecidos

Sete marinheiros americanos estão desaparecidos após a colisão entre um navio de guerra dos EUA …

No Banner to display



Deixe seu Comentário

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *