sábado , 18 novembro 2017

No Banner to display

Estudante de RO presa com drogas na Turquia reaparece no Facebook: “Adivinha quem está de volta?”

Compartilhe:
Na tarde de quarta-feira (08), a estudante de Cerejeiras Cristhielen Kruger Pomin, hoje com 28 anos, atualizou a foto de seu perfil no Facebook e, pouco depois, escreveu na rede social: “Adivinha quem está de volta?”. As postagens foram feitas na Turquia, onde a garota foi presa em fevereiro de 2014.
O drama da família Kruger, bastante conhecida no Cone Sul, foi exposto quando Cristhielen desapareceu na Bolívia, onde cursava medicina. A mãe dela, dona de uma farmácia em Cerejeiras, viajou para o país vizinho tentando encontrá-la. Ao voltar, tomou conhecimento de que a universitária havia sido presa com um carregamento de drogas desembarcando no aeroporto de Istambul.
Numa carta para a mãe, a jovem deu detalhes de sua situação no país que fica na fronteira entre a Ásia e a Europa. Na correspondência, ela contou que foi havia sido levada ao tráfico internacional “a base de chantagem e ameaças”. Veja Mais.
Em suas publicações recentes, a estudante interage com as pessoas que comentam seu reaparecimento e dão boas-vindas a ela. A acadêmica, no entanto, não fornece detalhes sobre seu caso, mas sugere que está prestes a regressar a Cerejeiras.
Sem contato com familiares ou qualquer órgão da diplomacia brasileira que acompanha o caso, o jornal obteve informações extraoficiais de que Cristhielen foi condenada por tráfico, já cumpriu parte da pena e hoje está no regime semiaberto turco. O atual sistema prisional turco permite que ela ligue toda semana para a mãe e também use as redes sociais.
O site tentará obter mais informações sobre o caso e já abre espaço para que amigos e familiares se manifestem.

Fonte: Folha do Sul On Line

Veja Também

SORTUDO: Apostador de Porto Velho ganha mais de R$ 1 milhão na Lotofácil

Um apostador de Porto Velho, acertou as 15 dezenas do concirso nº 1586 da Lotofácil realizado …

No Banner to display



Deixe seu Comentário

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *